Diálogos & Ciência https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia <p><em>"A <strong>Revista</strong> <strong>Diálogos &amp; Ciência (D&amp;C)</strong> visa prover um fórum para estudos interdisciplinares em todas as áreas do conhecimento, em especial as Ciências da Saúde e Educação. Os editores crêem que um entendimento abrangente dos fenômenos requer uma abordagem interdisciplinar e interprofissional. Este periódico científico tem como objetivo publicar artigos, resenhas, relatos de experiências de diversas áreas do conhecimento e comunicação científica. <strong>Todas as publicações submetidas devem ser inéditas</strong>. E os trabalhos são indexados nas diferentes áreas da ciência. </em><em><br /><br /></em></p> <p><em><strong>Sistema de publicação em fluxo contínuo.</strong> Na prática isso significa que à medida que um artigo esteja pronto e editado ele será publicado. Esta ação segue as tendências internacionais de publicações científicas e agiliza a divulgação dos artigos.</em></p> pt-BR revistadialogoseciencias@ftc.edu.br (Equipe Editorial D&C) periodicos@ftc.edu.br (Atendimento Periódicos UniFTC) Tue, 24 Oct 2023 20:10:01 +0000 OJS 3.3.0.8 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 SUMÁRIO https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/867 <p><sup>.</sup></p> Grupo UniFTC Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/867 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 AVALIAÇÃO QUALITATIVA DO CARDÁPIO DE UMA INSTITUIÇÃO PENITENCIÁRIA EM SALVADOR – BA https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/547 <p>Nos presídios a alimentação é a expressão importante na vida cotidiana da massa carcerária, e isto confere à nutrição características muito particulares com a responsabilidade de influenciar o cotidiano desses locais. O objetivo deste trabalho foi avaliar qualitativamente o cardápio oferecido aos internos em uma instituição penitenciária de Salvador – BA, segundo os critérios do método de Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio - AQPC. Este método foi utilizado para auxiliar o profissional nutricionista na elaboração de cardápios mais adequados do ponto de vista nutricional e sensorial. Foram analisadas, no cardápio de uma Instituição Penitenciária, as ofertas e a quantidade de folhosos e frutas, variedade de cores dos alimentos, frequência do uso de frituras no cardápio, presença de alimentos ricos em enxofre e de doces. A análise qualitativa do cardápio apresentou os seguintes dados de frequência nos cardápios investigados: folhosos (70%) “Regular”<u>;</u> frutas (76,6%) “Bom”; cores iguais (0%) “Ótimo”; frituras (20%) “Bom”; alimentos ricos em enxofre (6,6%) “Ótimo”; doces (23,3%) “Bom”. Conclui-se que todos os objetivos do presente estudo foram alcançados. O método AQPC proporcionou uma análise completa e global do cardápio servido na UAN durante o mês de novembro de 2018, permitindo uma avaliação detalhada do cardápio ofertado. O AQPC é de fundamental importância, pois o mesmo norteia o nutricionista na elaboração de um cardápio nutricionalmente equilibrado facilitando que através do mesmo sejam feitas as modificações nos pontos negativos apresentados, além de ajudar na mudança de hábitos alimentares promovendo saúde da coletividade estudada.</p> Domingas Graciela Cruz de Jesus, Elaine dos Santos Sales, Maria Celeste Almeida Viana Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/547 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 UTILIZAÇÃO DO MODELO DE SUAVIZAÇÃO EXPONENCIAL PARA AVALIAÇÃO TEMPORAL DA SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA SÍFILIS CONGÊNITA NO BRASIL https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/694 <p><strong>INTRODUÇÃO</strong>: Sífilis é uma infecção sexualmente transmissível. A transmissão vertical ocasiona a infecção congênita podendo resultar em manifestações clínicas que podem surgir nos primeiros três meses, durante ou após os dois anos de vida da criança. De acordo com os dados divulgados via DATASUS, o número de casos confirmados da Sífilis Congênita no Brasil saltou de 6.944 para 214.489 entre 2010 e 2020. Para gerir estratégias no combate à Sífilis é essencial buscar métodos inovadores; os modelos de suavização exponencial podem ser uma boa opção para a gestão, pois não necessitam de muitos dados para fazer previsões. <strong>OBJETIVO:</strong> Avaliar a incidência de casos de Sífilis Congênita no Brasil por meio de um modelo matemático de suavização exponencial. <strong>MÉTODOS:</strong> &nbsp;Foi realizado uma análise estatística de série temporal dos casos de Sífilis Congênita no Brasil. Os dados notificados entre 2007 a 2021 foram coletados via DATASUS. Foi aplicado o modelo de suavização exponencial simples utilizando o Software SPSS, método multiplicativo de Holt-Winters, com 95% de intervalo de confiança. <strong>RESULTADOS:</strong> As previsões do número total de casos no Brasil apontaram um aumento de ± 1.000 casos/ano. Os resultados foram organizados/descritos por região, prevendo aumento de casos na maioria das regiões, com exceção do Centro-Oeste e Sul. Os dados referentes ao primeiro semestre de 2021 foram comparados com as previsões obtidas, apontando grau de similaridade entre os valores previstos e casos notificados. <strong>CONCLUSÃO:</strong>&nbsp; Os resultados indicam aumento no número de casos no Brasil; as regiões Sudeste e Nordeste terão maior incidência de Sífilis Congênita.</p> Danrley Oliveira Carneiro, Leonardo Bigolin Jantsch, Lucas Cordeiro de Lima Oliveira, Rodolfo Macedo Cruz Pimenta Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/694 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 IMPACTO DO MÉTODO DE RESSUSCITAÇÃO E PRESERVAÇÃO EMERGENCIAL NA MORTALIDADE DE PACIENTES EM PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA: UM FUTURO POSSÍVEL? https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/244 <p>O tempo de abordagem dos pacientes em parada cardiorrespiratória (PCR) por trauma grave é um dos desafios da prática médica. Nesse sentido, a técnica de Preservação e Ressuscitação Emergencial (PRE) surge como alternativa na tentativa de aumentar sobrevida, reduzir sequelas isquêmicas e diminuir mortalidade a longo prazo. O objetivo deste estudo foi revisar e analisar o impacto da PRE na sobrevida de pacientes em PCR. Foi realizada uma revisão sistemática de ensaios clínicos, utilizando as bases de dados PubMed e Bireme/BVS. Foram incluídos artigos que comparavam a PRE aos manejos tradicionais, sendo excluídos textos em duplicidade e aqueles realizados em animais. Considerou-se como desfecho primário a sobrevida da população em estudo. A qualidade metodológica dos estudos foi avaliada pelo cumprimento dos critérios estabelecidos pelo <em>Consolidated Standards of Reporting Trials</em>. O nível de evidência científica foi mensurado pelo <em>Grading of Recommendations Assessment, Development and Evaluation</em>. Dos 58 artigos identificados, seis atenderam aos critérios de elegibilidade estabelecidos. Foi demonstrado que existem moderadas evidências de melhora da sobrevida em pacientes em PCR, especialmente após politrauma. Entretanto a força de recomendação é baixa devido à escassez de estudos randomizados sobre o tema, ao alto custo de implementação da técnica e à exigência de uma elevada curva de aprendizado para os profissionais de saúde que irão aplicá-la.</p> Leonardo José Silva de Oliveira, Gabriel Mendes da Silva Oliveira, Caio Philadelpho, Catarina Sfoggia, Katia de Miranda Avena Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/244 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 AVALIAÇÃO DO DESPERDÍCIO ALIMENTAR EM ESCOLAS PÚBLICAS DO BRASIL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/248 <p>O presente estudo de revisão de&nbsp; literatura faz uma investigação a respeito dos fatores associados&nbsp; ao desperdício de alimentos. O desperdício de alimentos é uma prática não sustentável que causam impactos econômico, ambiental e nutricional. Quatro palavras-chave. O Objetivo deste estudo é avaliar o desperdício de alimentos em escolas públicas do Brasil através do resto ingestão e sobras limpas. Trata -se de um estudo quantitativo e descritivo, os artigos foram selecionados em idiomas português e inglês, num recorte temporal entre 2010-2020. Utilizou-se palavras indexadas nos Descritores em Ciências da Saúde (DECS) nos idiomas inglês e português sendo elas: “alimentação escolar”, “School Feeding”, “desperdício de alimentos”, “Food Wastefulness”, Planejamento de Cardápio e “Menu Planning”. Selecionou-se 23 artigos nas bases de dados, e observou-se que as causas mais prevalentes de desperdícios de alimentos são evidenciadas pela falta de planejamento dos cardápios, presença de cantinas nas escolas, ambiente e horários inadequados para oferta das refeições e ausência de políticas de educação alimentar. Estudos verificaram redução do desperdício através estratégias pautadas na sustentabilidade, conscientização e presença de profissionais qualificados nas escolas. &nbsp;&nbsp;</p> Lidiana Santana Silva, Taiane Gonçalves Novaes, Juçara Alvarindo Brito Soledade, William Santos Silva Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/248 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 CONDIÇÕES HIGIÊNICOS-SANITÁRIAS PARA PREVENÇÃO DE OCORRÊNCIA DE DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTOS EM RESTAURANTES https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/526 <p>O presente estudo teve como objetivo a avaliação das condutas higiênico sanitárias de restaurantes comerciais em duas cidades no sudoeste da Bahia. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e abordagem de cunho quantitativo. A coleta de dados foi realizada em um dia convencional, teve como base o check list da resolução da Diretoria Colegiada RDC nº 216 de 2004 adaptada e para a classificação foram utilizados os parâmetros da RDC nº 275 de 2002. Os itens avaliados foram: 1º edificações, instalações, equipamentos, móveis e utensílios; 2º higienização de instalações, equipamentos, móveis e utensílios; 3º controle de vetores e pragas; 4º abastecimento de água; 5º manejo de resíduos; 6º manipuladores; 7º armazenamento, matérias primas, ingredientes e embalagens; 8º preparação do alimento; 9º exposição ao consumo do alimento preparado e 10º documentação e registro. Após aplicação do chek list quatro restaurantes foram classificados de alto risco apresentando porcentagem de adequação de 0 a 50% de atendimentos aos itens e apenas um restaurante foi classificado como médio risco que corresponde a 51% a 75% de adequação. A partir do estudo pode-se salientar que as condições higiênicas sanitárias influenciam diretamente no produto final a ser comercializado, acarretando riscos potenciais para a propagação de doenças transmitidas por alimentos</p> Adriana Paulina dos Santos, William Santos Silva, Alane de Jesus Brito, Caíque Miranda Moreira , Taiane Gonçalves Novaes Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/526 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 ESPÉCIES VEGETAIS FITOTERÁPICAS ESSENCIAIS NO BRASIL: ECONOMIA, LEGISLAÇÃO E ASPECTOS CLÍNICO-FARMACOLÓGICOS https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/494 <p>O Brasil agrega potencial para o desenvolvimento de fitoterapias, pois detém a maior diversidade vegetal e social do mundo. O uso de plantas medicinais foi atrelado aos saberes ancestrais e à projeção tecnológica, a fim de validar cientificamente tais conhecimentos. Mas apesar do país concentrar cerca de 50% da biodiversidade mundial, maior manancial de água doce e o bioma caatinga exclusivo, questões políticas e burocráticas impedem a geração de patentes de medicamentos complementares obtidos via recursos naturais, fato que desestimula gastos com pesquisas clínicas randomizadas à obtenção de produtos comprovadamente seguros e eficazes no setor. O objetivo deste artigo foi discorrer sobre as espécies vegetais disponíveis no mercado de fitoterápicos brasileiro listadas na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) e seus aspectos clínico-farmacológicos, discutindo a economia e legislação pertinente do setor. O presente estudo diz respeito a uma revisão sistemática da literatura cuja busca de artigos documentais, de revisão sistemática e ensaios clínicos se deu nas bases Biblioteca Virtual em Saúde, <em>Science Direct , </em>PubMed e <em>Google Scholar</em>, bem como pesquisas na legislação pertinente ao escopo do órgão federal vigente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, nos idiomas Português, Inglês ou Espanhol, datados do período de 2017 a 2022, exceto para a legislação em vigor. O Ministério da saúde gerou ações como a Portaria Nº 212 de 11 de setembro de 1981, que definiu o estudo das plantas medicinais. A prospecção dos medicamentos fitoterápicos no Brasil resultou em um total de 12 espécies catalogadas oficialmente junto ao RENAME, sendo elas <em>Aloe vera, Cyanara scolymus, Glycine max, Harpagophytum procumbens, Maytenus officinalis, Mentha x piperita, Mikania glomerata, Plantago ovata, Rhamnus purshiana, Salix alba, Schinus terebinthifolius e Uncaria tomentosa.</em> Em sua maioria, os medicamentos fitoterápicos são administrados por meio de cápsulas e são numerosas as espécies com ação anti-inflamatória. A Fitoterapia foi implantada e normatizada no ano de 1988, quando aconteceu a Comissão Nacional Interministerial de Planejamento e Coordenação (CIPLAN). Uma vez criadas a Lista Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (RENAFITO), em 2008, e a Lista Nacional de Plantas Medicinais de Interesse do SUS (RENISUS), em 2009, as denominadas Farmácias Vivas (que são instituições da rede pública brasileira de saúde destinadas ao plantio, processamento e distribuição de fitoterápicos) puderam ser implementadas e cooperaram para que o Brasil se sobressaísse no âmbito&nbsp; latino-americano acerca de fatos relacionados a fitoterapia. Atualmente, a Ásia-Pacífico lidera a comercialização de fitoterápicos, e tende a manter-se na mesma posição, enquanto que a Europa tende a crescer, com destaque para a Alemanha. Os dois fatores primordiais para o impulso de tal crescimento diz respeito ao baixo custo em comparação com os medicamentos sintéticos e a ausência de aditivos químicos artificiais. &nbsp;Assim, estima-se que até 2030, 550 bilhões de dólares americanos serão gerados através do comércio de fitoterápicos ao redor do mundo, isso devido a taxa de crescimento anual avaliada em até 18,9% o que implica no crescente interesse global em investir no setor. Conclui-se que o Brasil tem mostrado avanços nas últimas décadas no que tange à regulamentação da fitoterapia e sua aceitação como&nbsp; estratégia&nbsp; terapêutica&nbsp; disponível no&nbsp; SUS. Todavia, tal progresso ainda é tímido, pois apenas três das doze espécies fitoterápicas da RENAME são autóctones, fato que denuncia uma negligencia das indústrias brasileiras e da federação no que tange o investimento biotecnológico em espécies brasileiras.</p> Danielle Brandão de Melo, Cleto Henrique de Souza, Igor Ananias de Carvalho Silva, Ida Oliveira de Almeida, Geraldo Aclécio Melo Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/494 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 AVALIAÇÃO DA CARDIOTOXICIDADE ASSOCIADA AO USO DE TRASTUZUMABE EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA HER2+ https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/481 <p>O trastuzumabe foi o primeiro anticorpo monoclonal humanizado a ser aprovado pela agência americana Food and Drug Administration (FDA), para tratamento de tumor sólido. O objetivo do presente estudo foi verificar a taxa de incidência da cardiotoxicidade associada ao uso de trastuzumabe, através da fração de ejeção do ventrículo esquerdo, correlacionando com potenciais fatores de risco, e uso prévio à antraciclinas. Trata-se de um estudo retrospectivo e documental, com abordagem quantitativa. A população de estudo avaliada foram mulheres, portadoras de câncer de mama que hiperexpressam o receptor HER2 e que estavam com a FEVE alterada durante o tratamento com trastuzumabe. Foram incluídas neste estudo um total de 45 pacientes. Observou-se que 80% das pacientes teve intensidade de expressão de 3+. A redução da FEVE foi observada em 11,1% das pacientes. Destas, 4,4% foram classificadas como insuficiência cardíaca e 20% tiveram o tratamento com trastuzumabe descontinuado por diversos motivos, dentre eles a diminuição da FEVE e o protocolo de quimioterapia adjuvante utilizado na maioria das pacientes foram 4 ciclos de doxorrubicina com ciclofosfamida, em doses de 30mg/m² e 300mg/m², respectivamente. A terapia alvo com trastuzumabe representa grande importância no prognóstico das mulheres portadoras de câncer de mama HER2-positivo, apesar da alta seletividade, a cardiotoxicidade é uma reação adversa preocupante que pode levar a interrupção do tratamento.</p> Lara Thamyres Azevedo Damasceno, Igor Gomes de Araújo, Valessa Rios Pires, Maria Elineuda Gomes Lima, Erivan de Souza Oliveira, Arlandia Cristina Lima Nobre de Morais Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/481 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 O POTENCIAL ESTRATÉGICO DO INSTAGRAM STORIES NO MARKETING DIGITAL https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/719 <p>Este estudo teve como objetivo compreender o quanto e como uma microempresa do ramo de varejo de roupas e acessórios do segmento <em>street wear</em>, utilizando a ferramenta de <em>Instagram Stories</em>, influenciou seu público-alvo ao utilizar seus próprios clientes como força de divulgação. Para tanto foi desenvolvido um estudo descritivo de natureza qualitativa e quantitativa e quanto aos procedimentos técnicos foi construída uma revisão bibliográfica e um levantamento do tipo <em>survey</em>, por meio da plataforma <em>Google Forms</em>, constituído de 13 (treze) questões objetivas e enviadas para 100 (cem) clientes de uma loja varejista de roupas e acessórios do segmento urbano situada em Ilhéus-BA. Os resultados apontaram que o<em> Instagram Stories</em> se confirmou como uma sólida ferramenta de vendas, de divulgação, de engajamento e de influência na decisão de compra, principalmente com a participação dos clientes ao compartilharem suas experiências em seus perfis pessoais. Desse modo, a divulgação do tipo boca-a-boca eletrônico representou a principal forma de alcance de novos clientes.</p> Carlos Rafael Bogdezevicius, Victor Ferreira Silva, Daniella de Jesus Lima Copyright (c) 2023 Diálogos & Ciência https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/719 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000 EXPEDIENTE https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/866 <p>Revista Diálogo &amp; Ciência – Centro Universitário UniFTC<br>vol.3, n.1. (Fluxo Contínuo 2023)-Salvador-BA, 2023.</p> Grupo UniFTC Copyright (c) 2023 https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 https://periodicos.uniftc.edu.br/index.php/dialogoseciencia/article/view/866 Tue, 24 Oct 2023 00:00:00 +0000